quinta-feira, 18 de novembro de 2021

Para um minuto de meditação - 141

 

Alunos espanhóis vão poder concluir secundário

com notas negativas

 

O governo espanhol anunciou um novo decreto, que indica que os alunos que reprovem a algumas disciplinas podem concluir ensino obrigatório. Cinco comunidades autónomas estão contra "ataque ao mérito".

Os alunos espanhóis que tirarem negativas vão poder concluir o ensino secundário. Poderão também candidatar-se ao ensino superior, mas nesse caso apenas poderão reprovar a uma disciplina. Estas são duas das disposições do novo Decreto Real de Avaliação, Promoção e Titulação, divulgado pelo ministério da Educação esta terça-feira. O caso está a gerar polémica em Espanha com comunidades autónomas a dizer que vai “contra o mérito”.

 O objetivo da ministra da Educação Pilar Alegria passa por diminuir o número de estudantes que reprovam em Espanha por ano.

Com esta medida, o ensino espanhol passa a guiar-se não só pelas notas para decidir se um aluno passa de ano ou não, almejando melhorar as taxas de aprovação de estudantes reprovados, das maiores da União Europeia.

Com pendor nacional, a medida não foi bem recebida por cinco comunidades autónomas espanholas: Andaluzia, Castela e Leão, Galiza, Madrid e Múrcia, que frisam que a medida “baixa a exigência”.

(Dos jornais)

 

   Em Portugal fomos por outro caminho mas chegamos ao mesmo destino, cá não damos negativas, somos todos muito bons… Lá pelo menos vão reconhecer que não sabem a matéria….

Alfaiate Tuga

 

   Burro é o aluno que se esforçar para passar. Pode bem baldar-se a uma ou duas disciplinas, passa na mesma. Só não podem é faltar à disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, está claro. Tenho pena é dos professores de matemática, vão começar a dar aulas para o boneco. 

Bruno Guedes

Sem comentários:

Enviar um comentário

Para um minuto de meditação - 142

  Orlando Figueira Operação Fizz. Relação de Lisboa confirma condenação de Orlando Figueira a prisão efetiva Procurador alegadamente sub...